Àguida escreve – Último Relatório fonoaudiológico 2014

Relatório fonoaudiológico –   Dezembro 2014

Amanda continua avançando em relação ao desenvolvimento da linguagem.

Mostra, a cada dia, maior interesse pela produção articulatória, fazendo uso da fala em todas as suas ações, ou seja, brincando, cantando, reproduzindo músicas junto com os filmes que assiste, entre outras atividades.

Realiza ordens solicitadas com maior rapidez, demonstrando entendimento do que está sendo solicitado, como por exemplo: agora vamos sentar na cadeira; vamos guardar os brinquedos; vamos pegar um livro.

Seu vocabulário também tem se apresentado mais diversificado. Amanda nomeia figuras que estão sendo trabalhadas à medida que vou questionando. E as reproduções da fala de seu interlocutor, já se apresentam mais completas, citando como exemplo;

                                       Eu: – Amanda, temos que trocar a pilha.

                                       Amanda: – Trocar a pilha.

Amanda tem mostrado sintonia com seu par em atividades mais dirigidas. Em situações onde trabalhamos com histórias infantis, por exemplo, o tempo de concentração está aumentando de forma gradativa. Já não foge com tanta frequência se dispondo a manter a atenção. E tem respondido prontamente questões relacionadas à história trabalhada. Citando outro exemplo: Amanda olhando e passando a mão numa figura:

                                     Amanda: – Maça.

                                     Eu: – Amanda, de quem é essa maça?

                                     Amanda: – da Branca de Neve.

                                     Eu: – E esse livro, Amanda, de quem é?

                                     Amanda: – da Bela.

Os questionamentos feitos por ela aparecem com regularidade. Quando chego, me ouve subindo as escadas, pergunta “quem é?” Figuras que estão sendo trabalhadas, quando não conhece pergunta “o que é isso?”

Observo que o contato de olho mantém-se sem apresentar evoluções consideráveis. Amanda ainda desvia o olhar com frequência, e quando tento trazer seu rosto para mostrar minha expressão ou ainda minha produção articulatória, afasta-se rapidamente.

Paralelamente a todo trabalho com a linguagem a promoção da produção articulatória inteligível é realizado de forma lúdica, uma vez que Amanda ainda resiste à realização dos exercícios no espelho. Através das produções de fala dela, reproduzo em seguida, a forma correta para que perceba as diferenças e consiga se reorganizar. Da mesma forma que os sons já intalados são evidenciados.

Apesar de ter observado melhora no comportamento durante as intervenções, ainda há a necessidade de trabalharmos a tolerância para a realização e principalmente finalização das atividades. Em várias situações ela pega o brinquedo ou jogo, mexe um pouco e logo se dirige para outra atividade. Em relação aos livros, promover o interesse em explorar todas as páginas, uma vez que ela folheia sem prestar a atenção necessária na sequência das figuras.

Tivemos um ano positivo em relação às conquistas da Amanda.

Um forte abraço

Águida Roberta de Camargo Saraiva/ Fonoaudióloga

 

 



Deixe um comentário