Hábito de chupar dedo = problemas dentários!!! Parte II

dedo

No Post de hoje vamos continuar falando sobre o hábito das crianças de chupar o dedo, primeiro vamos falar sobre o diagnósticoe depois dos tratamentos.

Agende uma consulta no Odontopediatra, ele irá realizar um  exame clínico para poder verificar qual o melhor tratamento. Ele provavelmente irá solicitar radiografias, elas possibilitam analisar o padrão facial da criança.

Estará verificando se não existe envolvimento da estrutura óssea ou se a mordida aberta se restringe somente à área dentária.

Em alguns casos se a criança parar de chupar o dedo pode ocorrer a autocorreção dos desvios da arcada dentaria.

Na época de nascimento dos dentes permanentes, é necessário que a criança pare de chupar o dedo, as vezes conversando e mostrando fotografias de bocas de crianças com mordida aberta, crianças com esparadrapos nos dedos, com luvas especiais que impedem a sucção, pode ser que de certo.

Vamos falar agora sobre os tratamentos utilizados nos casos em que hábito persista.

Infelizmente na maioria dos casos, é inevitável o uso de aparelhos mecânicos para interromper o hábito e possibilitar a correção da mordida aberta

Esses aparelhos são obstáculos aos dedos, eles possuem grades removíveis ou fixas. A grade é colocada verticalmente, indo até o céu da boca, abrangendo toda a extensão da boca, e tocando os dentes de baixo. Funciona como um obstáculo mecânico que torna impraticável a sucção do dedo e evita também a interposição lingual. Foto abaixo

aparelho

A fonoaudiologia possui uma grande importância na correção das mordidas abertas, através dos exames fonoaudiológicos será verificado se existe o pressionamento da língua sobre os dentes, caso a resposta seja sim é necessário a realização de terapias reeducadoras.

O psicólogo também pode ajudar ele irá trabalhar o estado emocional da criança e verificar qual o grau de dependência em relação ao hábito. Ajudando também  aos pais com relação ao hábito. Fonte

Obrigada   Simone Santiago Marques

 



Deixe um comentário